Doentes! Infelizmente ninguém está livre de ficar doente de um momento para o outro.

No incio da semana comecei a sentir-me mal e fui ao hospital. Depois de ter feito todos os exames o médico disse-me que tinha uma infecção e que tinha de ficar uma semana em repouso absoluto. Confesso que estava tão cansada e com tanta febre que só pensava em aterrar na cama! Problema: era a minha semana com o pirata. Como é que eu cheia de dores, sem me conseguir mexer ia conseguir tratar dele? Alguém espera que uma criança de 5 anos perceba que a mãe ou o pai estão doentes? Eu não espero e o meu apesar de entender 2 segundos depois já anda de roda de mim a pedir para brincar …

Ora, eu não estando em condições de tratar do meu filho que alternativas tinha?

  • Família. Ora eu não sou muito de pedir ajuda ou melhor, peço quando tem de ser. Mesmo quando estava casada era raro pedir … não é uma questão de orgulho. Quando tomei a decisão de ser mãe jã sabia que a vida ia mudar. Sim , eu sei que o casal precisa de tempo  mas pronto não vamos entrar por aí porque não é esse o assunto. Resumindo, não tinha nenhum familiar disponível para me ajudar durante 1 semana com as rotinas de uma criança de 5 anos.
  • Empregada. Não tenho empregada a tempo inteiro por isso nem se colocava esta questão.
  • O pai do meu filho. Foi logo a primeira pessoa a surgir na minha cabeça mas vamos ver: não era a sua semana e podia ter compromissos que não permitissem ter essa disponibilidade.

De facto foi ele que me ajudou. Em tudo. Durante 1 semana foi levar e buscar o pirata à escola, deu banho, tratou do jantar, limpou a cozinha, brincou com o pirata, deitou-o … olhou por mim … enfim dizem vocês… não fez mais que o seu dever.  Sim e não mas também não é essa a questão.

Onde eu quero chegar ou a ideia deste post é realçar a importância de uma relação saudável entre a mãe e o pai. Eu sei que nem sempre é possível e que varia de caso para caso, mas com respeito e por amor à criança devemos sempre fazer por ter uma convivência saudável. Uma separação nunca é fácil para nenhuma das partes, se pudermos minimizar os danos, melhor.

 

 

 

Comments

comments