Sempre fui fã da Pink. Não, não foi só depois do discurso dos VMAS … sou desde sempre! Quem me ouve na rádio sabe que eu amo esta mulher.

Uma mulher incrível, que nunca cedeu a tendências e que nunca baixou os braços. Tem os seus demónios (quem não tem?) mas acho que cada vez mais está em paz … seja pela idade, seja porque a família acaba sempre por dar a calma e mostrar o caminho!

Casada com o piloto de motocross Carey Heart, 2 filhos e uma carreira cheia de sucessos e prémios.

No domingo recebeu o Michael Jackson Vanguard Award  e partilhou uma história sobre a filha de 6 anos.  Um dia enquanto levava a pequena Willow à escola ela disse-lhe que era feia porque era parecida com um rapaz! Pink não hesitou e tratou de mostrar que todos somos diferentes, que devemos assumir as nossas diferenças e ter orgulho nas mesmas. Um discurso lindo e vencedor como a própria Pink.

Como é que uma menina de 6 anos diz que é feia? Como?

Lembro-me sempre de um episódio que aconteceu quando a Pink estava grávida da Willow …  lembro-me que partilhei uma foto do marido a cozinhar umas panquecas para a mulher. Segundos depois de ter partilhado essa foto, que achei um doce, muita gente dizia que não queria panquecas nem nada de um homem todo tatuado ou com aquelas mãos cheias de desenhos! Não vou falar de corpos tatuados ou de tatuagens mas antes a nossa capacidade de julgar pela aparência.

Dói pensar que uma criança de 6 anos já se sente feia … tem 6! Como é que vai ser aos 13 ou aos 15?Todos os dias tento passar ao meu filho que ele é capaz de tudo, que pode demorar a chegar onde quer, mas que chega! “Mâe, este puzzle é dificil! Não consigo.” “Consegues, Manuel, Consegues tudo. Não desistas.” As crianças hoje em dia são tão pressionadas: têm de ser as melhores em tudo , as mais bonitas, as mais tudo … São crianças!

Obrigada, querida Pink por mais uma vitória. És linda e tens uma família maravilhosa.

Comments

comments