Será, porventura, uma das histórias policiais mais retratadas no cinema, este crime arquitectado por Agatha Christie. Mas se forem como eu, hão-de considerar bem-vindos os filmes e as séries televisivas que trazem (mais) outra perspectiva à forma de transpor para a película aquilo que foi imaginado para ser lido em papel, sobretudo se se tratar de uma produção cujos interpretes são actores conceituados.

E se a isto acrescentarem o facto de que desse elenco fazem parte os vossos actores e realizador preferidos, então, vale mesmo a pena comprar o bilhete para ver o Senhor Hercule Poirot interrogar os passageiros do mítico Expresso do Oriente e a desvendar pela enésima vez quem matou o milionário norte-americano Edward Ratchett.

A bordo do comboio que percorre a mais carismática e icónica das rotas, a via transiberiana que liga Paris a Istambul, seguem Kenneth Branagh que realiza o filme e que assume como ninguém as valências do detective Poirot, Johnny Deep que veste a pele de Ratchett, Penélope Cruz que se converte à beata Pilar Estravados, Williem Dafoe como Gerhard Hardman, Judi Dench que dá ares de Princesa Dragomiroff e Michelle Pfeiffer que seduz com os modos da viúva Caroline Hubbard, entre outros passageiros.

Sandra Marques Augusto | Colectivo 71.86

Imagens © Direitos Reservados

Comments

comments