Gosto de recordar. A sério que gosto.

Ainda no outro dia falava com o Miguel, a propósito do concerto dos Metalica na Altice Arena, do grande concerto que eles deram em 93 em Alvalade. Sim, estava lá. Tinha de estar lá. Na altura vestia-me de preto, botas Dr Marteen … enfim  adiante … lembrei-me porque esse concerto em Alvalade foi uma loucura. Era o acontecimento. Há uns anos não tinhamos concertos quase todos os meses como temos agora. Fui com as minhas amigas e com o meu pai. Ele achava que aquilo podia dar confusão por isso também foi. Nunca tive problemas em sair com os meus pais. Sempre pensei que mais valia ir com eles do que não ir. O mesmo nas saídas à noite. O meu pai ia buscar-me. Se eu gostava? Não era “ah! Claro que sonho!”, mas mais valia isso do que ficar em casa.

São este tipo de recoradações que gostava de não perder com o tempo. Um bocadinho mais pesado mas seguindo o espírito de recordar, faço por me lembrar quase todos os dias da voz do meu avô. Não quero esquecer. Mais! Gostava de ter gravado para mostrar ao meu filho. Foi com ele que comecei a ir ao futebol. E que grandes secas ele levava no fim dos jogos! 😉 Porquê? Porque eu estava à caça de autógrafos, claro!

Recordar faz bem. A mim faz-me bem. Acho que nos ajuda a encontrar também o caminho que queremos seguir.

Quando cheguei ao facebook já lá estavam todas as pessoas que eu conhecia! Não fui das primeiras a abrir uma conta nessa rede, longe disso. E partilhar coisas? Ui demorei muito, mas lá ia escrevendo. Com o tempo apareceu o Instagram e eu também comecei a olhar para as redes de outra maneira.

 

Como em tudo as redes sociais têm coisas boas e coisas menos boas, vá. Gosto de me focar nas coisas boas e olhando para o caminho … que belo caminho! 50 mil seguidores  no Facebook e no Instagram! 🙂 Nunca pensei. Que bom! Ora mais presentes ou mais ausentes voçês fazem parte da minha vida. Quer tenham chegado ao meu mundo através da rádio ou um passa palavra não me interessa. Chegaram e ainda bem.

Entre o início e o dia de hoje muita coisa mudou. Mudou no Mundo e mudou na minha vida. As vossas vidas também mudaram desde 2004 quando o Facebook surgiu em Portugal. Se para melhor ou pior não sei mas espero que para melhor.

Sou feliz com voçes ao meu lado. É através do Facebook e do Instagram que eu sei que me ouvem às 05h00 da manhã na rádio; que começaram a correr; que ficaram com um sorriso na cara porque eu me troquei toda …

Obrigada pelo carinho e atenção. Sabem que eu gosto de mimos e os vossos são bem catitas, por isso não parem! 😉

Estamos juntos.

Comments

comments