Casei-me. 🙂 Sim, leram bem. Eu e o Miguel casámo-nos.

Não preciso de entrar em grandes detalhes… acho que a minha cara dos últimos tempos diz tudo.

Casar é um sonho tornado realidade. Ao contrário de algumas mulheres que não ligam, eu sempre sonhei com o meu casamento: escolher o vestido de noiva (que seria sempre muito simples); as alianças; os convidados,; o espaço do copo de água … sempre sonhei com esse momento.

Perguntam vocês: “Então e foi tudo isso?” Não.

“Mas não era o que mais queria?” Era. Era!

Às vezes as coisas mudam. Eu também sempre disse que nunca ia tatuar o nome de uma pessoa que não fosse o meu filho, mãe, pai, avó … e no ano passado tatuei o nome do “Miguel”! Sempre disse à minha irmã “Ai! Quando eu tiver um filho nunca vou deixar que ele faça isso!” … meus amigos se há coisa que eu aprendi é que não devemos cuspir para o ar porque cai sempre em cima! A sério. Pode demorar mas vai acontecer! (Peço desculpa pela imagem!) Portanto nesta lógica do “nunca” se eu pensava “nunca vou casar-me numa conservatória” … pumba! Aconteceu. E sabem que mais? Voltava a fazer tudo igual.

Casámo-nos a 29 de Janeiro às 15h15. Sem grandes ondas e filmes. Só nós. Sou adepta do “menos é mais”. Foi um dia perfeito. Comecei a receber mimos logo de manhã! Fui deixar o meu pirata à escola e aqueles abraços e beijos são tudo para mim. Depois segui para o cabeleiro onde fui maquilhada pela minha querida Raquel Batalha (fez-me uma make up linda como só ela sabe fazer); a Bela e a Catarina do Cabeleireiro Elvira Spa trataram-me do cabelo e ainda tive por perto a super talentosa Laura Fontoura a registar cada momento.

 

E o noivo? Também lá estava! Está sempre ao meu lado. Não falha. Eu posso pensar numa coisa que ele já está a tratar que coisa aconteça. Sempre atento. Meigo. Carinhoso. Amigo. Tem uma paciência … uiiiii nem vos digo! Ele conhece-me como ninguém! Tão bem. Nos dias em que não estou a 100% ele usa uma expressão que eu amo “huuuuum … estou a ver que hoje estás com a nuvenzinha!” Adoro! Às vezes tenho mesmo!

 

Vocês sabem que um dos meus lemas é “pais felizes, crianças felizes!” Ora se eu estou feliz o meu pirata também está. O Manuel gosta do Miguel … Como não gostar de uma pessoa que está sempre disponível para tudo?! Joga PlayStation, conta histórias com animais e letras à mistura (é excelente a inventar), senta-se no chão a montar legos, compra cromos e cadernetas … e dá muito mimo. Mimo e atenção. No fundo aquilo que as crinças precisam, aliás que todos nós precisamos!

Por isto e muito mas muito mais disse “sim”.

A nossa lua de mel foi nos Moinhos de Ovil. O sítio perfeito para namorar, descansar e sonhar. A Eduarda tratou de tudo. Não faltou nada. Se podiamos ter ido para fora? Para um destino de praia? Claro que sim. Calor, tudo incluído …bebidas e sei lá mais o quê… mas nós somos diferentes. Ou pelo menos queriamos algo diferente. Eu adoro praia e felizmente já viajei para alguns destinos paradisíacos mas não era o espírito. Não era o tempo para isso. Quem já esteve nos Moinhos percebe do que falo! 😉

Ainda estou de licença de casamento. Continuo nas nuvens a aproveitar tudo e a trabalhar também no que mais gosto. No que mais gostamos. Eu e o Miguel.

Sei que muita gente vai ler isto e pensar “coitadinha! Tão in love! Dou-lhe um ano e tudo muda!” Não tenho 20 anos e já estive numa relação muito longa. Sei bem como as coisas são: a rotina, os horários ou a falta deles, o cansaço que nos impede de namorar ou ver mais um episódio sem adormecer … Sei bem! Mas caramba a Anna Scott dizia

Por isso vou fazer para que nós façamos parte deste “some people”! 🙂

Fotos de Laura Fontura 

Comments

comments