Em algum momento da vossa vida sentiram que as coisas estavam todas desarrumadas, fora do lugar? É normal que, por vezes, achemos que está tudo virado do avesso: as meias não têm pares, aqueles documentos que precisamos “para ontem” não aparecem nem por nada, a receita daquele medicamento desapareceu… UFFFFF!! E depois vem aquele pensamento comum “mas será que sou eu que não sei onde guardo as coisas?”. Pois, meus queridos… lamentavelmente é bem provável que seja isso mesmo! Mas não entrem em pânico! Há uma coisa que vos posso dizer: é melhor encontrarem a solução do que ficarem a lamentar-se eternamente do problema! Assim sendo, vou dar-vos 5 conselhos para que se mantenham organizados, de forma a encontrarem tudo o que precisam em segundos!

1. O desktop (ambiente de trabalho) diz muito acerca de quem vocês são no dia a dia

Supresas? É normal que tantos print screens, tantos ficheiros descarregados através do email, tantas fotografias dos filhos e família “entupam” o vosso desktopAlém disso, o momento em que desligamos o computador acontece, por norma, quando estamos cheios de pressa para sair do trabalho, para sair de casa e ir buscar os filhos, ou simplesmente ir a um jantar. E o que acontece depois? Deixamos para organizar mais tarde… mas esse mais tarde costuma demorar séculos ou, pior, não chega sequer a acontecer, e de repente o desktop mais parece um cemitério de ficheiros perdidos. É absolutamente essencial reorganizar esses ficheiros, eliminar o que não interessa, e catalogar tudo por pastas. Leva tempo, sim, mas vão ver que se se habituarem a manter tudo no lugar, a vossa vida fica facilitada. Distingam as pastas por cores para encontrarem o que precisam mais rapidamente, e procurem criar subpastas para que cada coisa tenha o seu lugar. Vão gastar algum tempo das vossas vidas a fazê-lo, mas certamente que nunca mais perderão tempo à procura de algo que parece que não vai aparecer nunca!

2. Calendário atualizado… vida facilitada

Já deram por vocês a entrar em pânico porque não se lembram da hora a que tinham reunião com o vosso chefe? O dia de fazer a inspeção ao carro? A hora do jantar de família onde vai estar o vosso tio mais pontual de todo o sempre? Irritamo-nos muitas vezes com coisas totalmente desnecessárias, já viram? Neste caso a dica é muito simples, mas muito valiosa: escrevam tudo! Apontem na agenda os vossos compromissos, sejam eles quais forem. Há quem goste também de registar momentos ou acontecimentos importantes, para que se lembrem deles mais tarde. Para as mulheres um pouco mais distraídas, apontar tudo no calendário pode incluir até o dia em que começam a tomar a pílula… ou até o dia em que se esqueceram dela! (risos) O Google Calendar é uma ferramenta fantástica para isto! É possível criar vários calendários dentro do próprio calendário, e distingui-los por cores! Podem também partilhar esse calendário com alguém que também vai participar nos eventos a que ele pertencem: toda uma equipa pode ter a sua própria agenda virtual, e o melhor é que não precisam de ter 500 calendários diferentes para assuntos/equipas diferentes! Podem colocar tudo no mesmo e dar acesso apenas aos que forem necessários. No final, vão ver que até é bastante divertido porque fica tudo cheio de cores bonitas e super organizadinho!

3. Não deixes acumular até ao ponto de não haver retorno

Parece um exagero, mas é a realidade. Em primeiro lugar, há que perceber que há pessoas que são mestres a acumular coisas. Já viram aquele programa chamado Hoarders? É um reality show que fala acerca de pessoas que sofrem de acumulação compulsiva, mostrando-nos a vida e o dia a dia destas pessoas, assim como o tratamento a que são sujeitos. É impressionante como somos capazes de acumular até as coisas mais inacreditáveis! Se nunca viram, experimentem! Algumas pessoas, depois de ver esta série, tomam consciência de que têm demasiadas coisas em casa, e começam a agir para se livrarem do que não precisam. Olhem para a vossa casa e para as vossas coisas, e pensem quando foi a última vez que as usaram. Se tiver sido há meses, se calhar é uma boa altura para encontrarem um novo destino. Não precisam de encher os contentores do lixo com essas coisas, pelo contrário, procurem saber as necessidades de algumas instituições ou associações e doem tudo aquilo que já não vos fizer falta. Vão ver que, por um lado, a vossa casa fica mais vazia mas organizada e, por outro, irão encher o coração de alguém ao ajudar com alguma coisa que já não precisam.

4. As malas, mulheres… as malas!

Perceberam logo do que estou a falar? É que, muitas vezes, dou por mim a olhar para a minha mala e a perceber que tenho lá recibos de há meses! Nunca vos aconteceu? Tenho o hábito de fazer uma limpeza às malas de vez em quando, e é sempre uma tarefa muito reveladora… é de que repente lembro-me do restaurante a que fui há 6 meses… e porquê? Porque o recibo ainda estava na minha mala!! Nós, mulheres, somos óptimas a guardar coisas nas nossas malas. Guardamos as coisas mais essenciais, mas também somos capazes de salvar alguém que está com tensão baixa porque, se calhar, até temos um pacote de açúcar perdido na mala. Dei este exemplo porque, claro, nós precisamos seeeeempre de tudo o que está lá dentro, porque “nunca se sabe o que pode acontecer”. 😉 Falando um pouco mais a sério, encorajo-vos, mulherada, a que neste preciso momento virem as vossas malas do avesso e vejam o que está lá dentro! Certamente ainda se vão rir muito com as coisas fantásticas que mantiveram por lá durante meses. E, claro, aproveitem para colocar no lixo o que é efetivamente para ir para o lixo. Outra sugestão que tenho serve para malas maiores: há organizadores super giros com vários compartimentos para que possamos guardar tudo o que precisamos dentro da nossa mala, mas de forma mais metódica e organizada. Se não tiverem desses organizadores ou não quiserem comprar, um conselho muito simples e eficaz que tenho para vocês, é que selecionem um local para cada coisa. Por exemplo: o telemóvel fica sempre no bolso da frente! Assim, quando ele tocar, não vão ter de estar loucas à procura dele, com medo que a pessoa desligue a chamada antes de o encontrarem.

5. Caixa de email… ou caixa de SPAM?

A publicidade… ela está por todo o lado! Está na rua, nas montras, nos mupis, nas nossas caixas de correio… e até no nosso email! Sou só eu que me aborreço quando abro o meu email e tenho mais de 1000 mensagens por ler? E sou só eu que me aborreço mais ainda quando percebo que 90% dessas mensagens são publicidade ou spam? Vamos a revelações: em grande parte dos casos, foram vocês que disseram “SIM, quero receber emails chatos com publicidade a toda a hora!”. Pois é, meu caros… de facto são VOCÊS que, regra geral, dizem às marcas e empresas que querem manter-se atualizados sobre TOOOODOOOOSSSS os novos lançamentos, todas as promoções, todas as novidades! Quando se inscrevem num novo site e fazem login, os registos têm uma caixinha com um visto onde diz que queremos receber tudo e mais um par de botas acerca daquela marca ou empresa. Quanto a isto as soluções são várias: podem simplesmente bloquear o email e não receber mais nada daquele remetente, podem abrir mensagem a mensagem e deixar de subscrever o acesso às informações, ou podem simplesmente apagar todas as mensagens relacionadas com estes assuntos que nos aborrecem. Quanto à última opção, não vos aconselho… é que vão eliminar todas as que receberam até ao momento, mas eles vão continuar e enviar-vos spam a toda a hora porque vocês não disseram que queriam deixar de o receber. Façam uma limpeza geral ao vosso email, deixando apenas aquilo que é essencial e importante, aquilo que vos interessa realmente!

Comments

comments