Verdade. Para quem queria mais séries e filmes … voilá: a HBO chegou a Portugal! 🙂

Preparem os sofás e as mantas porque há muita coisa para ver.

 

  • Sexo e a Cidade” Sem dúvida a minha série de eleição de sempre. Quem como eu devorava (e ainda devora) episódios atrás de episódios conhece bem aquela imagem cinza com o aquele som (“buah” é mais ao menos isto) e as letras HBO! Já perdi a conta às vezes que vi a série e tenho em dvd mas certamente não vou resistir e ver mais umas quantas vezes.

 

  • Band of Brothers – A melhor série de guerra. Não há nada igual. Já vi há alguns anos (em dvd) e amei. Esta série conta a história da Easy Company, integrante da 101ª Divisão Aerotransportada do Exército dos Estados Unidos, na Segunda Guerra Mundial. Co-produzida por Tom Hanks e Steven Spielberg.

 

  • Guerra dos Tronos – Comcei a ver em 2012 quando estava grávida. Achei melhor interromper tendo em conta o meu estado … looool Muita violência para uma grávida! Comecei a ver mal a HBO chegou e vamos ver como vai ser a nossa releção. 😉

 

 

  • Sopranos – Nunca vi. O maior fã que conheço desta série é o meu pai.

 

  • Killing Eve – Uma das séries que mais quero ver. Sandra Oh dá vida a  Eve Polastri, uma agente da inteligência britânica à caça de Villanelle (Jodie Comer), uma serial killer. A interpretação de Oh já lhe vlaeu vários prémios: Globo de Ouro, o Critics’ Choice e o SAG como melhor atriz de série dramática.

 

 

  • Manifest – Quem não era viciado no Lost?! Eu era … até chegar aquela altura em que coemçaram a engonhar e depois uma pessoa fica “huuum, mais valia não terem feito mais nada”. Tudo isto para dizer que esta série é uma espécie de Lost. Um grupo de passageiros de um avião reaparece cinco anos depois de de terem desaparecido. Eles percebem que não envelheceram, embora a vida na Terra tenha seguido seu curso normalmente.

 

 

  • Big Little Eyes – Baseada no romance homónimo de Liane Moriarty, ‘Big Little Lies’ conta a história de três mulheres da classe alta, cujas vidas se dividem entre levar os filhos à escola e gerir os acontecimentos sociais da comunidade.

 

 

Comments

comments